Comércio Justo com Comunidades

O NOSSO PROGRAMA PIONEIRO TEM-SE FORTALECIDO DESDE 1987

Obtemos ingredientes e acessórios éticos e de alta qualidade, de milhares de produtores, agricultores e artesãos de todo o mundo. Descobre como este programa impulsiona mudanças reais e nos ajuda a ser uma força para o bem.

a carregar
Comunidade de mulheres a unirem-se

O QUE É O COMÉRCIO JUSTO COM COMUNIDADES?

O Comércio Justo com Comunidades é o nosso programa de comércio justo personalizado. Ele ajuda os nossos fornecedores a ganharem acesso ao mercado e a investirem em projetos sociais e ambientais que beneficiam as suas comunidades, e ajuda-nos a encher os nossos produtos com ingredientes realmente bons.

Lançámos o Comércio Justo com Comunidades em 1987, mas nessa altura era conhecido como Trade Not Aid (Comércio, não ajuda). Mais de 30 anos depois, este espírito mantém-se forte. Desde manteiga de karité produzida à mão no Gana a sacos de presente de papel reciclado feitos na Índia, obtemos ingredientes e acessórios de todo o planeta, o que proporciona independência financeira vital para os nossos parceiros. Muitos deles são mulheres que vivem em áreas rurais com oportunidades económicas limitadas. Isto ajuda a direcionar o propósito da empresa como uma força para o bem e estamos incrivelmente orgulhosos disso.

a carregar
Mulher a descansar apoiada numa parede

COMO É DIFERENTE DO COMÉRCIO JUSTO?

O comércio justo ajuda os produtores nos países em desenvolvimento a assegurarem bons padrões de comércio, incluindo preços justos, ao trabalharem com empresas em países desenvolvidos. O Comércio Justo com Comunidades é o nosso próprio programa personalizado, fundado e gerido unicamente pela The Body Shop. É o maior programa de comércio justo na indústria da cosmética. Ter o nosso próprio programa faz a diferença, porque nos dá uma ligação autêntica aos nossos produtores e fornecedores. Conhecemo-los pessoalmente. Conhecemos as suas famílias e comunidades. Isto torna o programa ainda mais importante para nós.

a carregar
Mulher no campo

O NOSSO PROGRAMA DE COMÉRCIO JUSTO COM COMUNIDADES

Esforçamo-nos por desenvolver parcerias comerciais de longo prazo e trabalhamos com muitos dos nossos fornecedores há décadas. Pagamos preços justos e oferecemos termos comerciais favoráveis, apoio direcionado aos produtores e acesso a um mercado comercial internacional. Alguns fornecedores também recebem um fundo adicional para investirem em projetos comunitários, tais como educação, cuidados de saúde e saneamento. Centenas de milhares de pessoas beneficiaram destes projetos, incluindo as famílias e os vizinhos dos produtores.

Estamos incrivelmente orgulhosos daquilo que nós e os nossos fornecedores alcançámos e pretendemos continuar a criar um impacto social e ambiental positivo nas comunidades onde o nosso comércio possa ser mais benéfico no futuro.

O Comércio Justo com Comunidades é exatamente tão relevante agora como era em 1987. Em todo o mundo, algumas pessoas ainda não têm acesso a condições de trabalho dignas e a práticas comerciais justas. O Comércio Justo com Comunidades é a nossa tradição e estará sempre no coração da The Body Shop.

a carregar
Mulheres a transportar recipientes à cabeça

O QUE O COMÉRCIO JUSTO COM COMUNIDADES SIGNIFICA PARA TI

O Comércio Justo com Comunidades é mais do que o modo como obtemos os nossos ingredientes. É algo que nos beneficia a todos. Nós temos acesso direto a ingredientes e acessórios éticos e de alta qualidade de todo o mundo e, por outro lado, a sua compra beneficia pessoas e comunidades de muitas maneiras. Desejamos que conheças toda a história por detrás dos produtos que adoras. Lê as nossas histórias de sucesso para descobrires como é que os produtos que compras estão a ter um impacto social positivo em todo o mundo.

HISTÓRIAS DE SUCESSO

Estamos muito orgulhosos por termos alcançado um amplo impacto a nível económico e social com este programa ao longo dos anos. Escolhemos trabalhar com fornecedores que partilham o nosso espírito inovador. O rendimento e o investimento do nosso comércio permitiram às comunidades investir em alguns projetos de sensibilização inovadores e impactantes.

a carregar
Mulher a segurar nozes de karité

MANTEIGA DE KARITÉ DO GANA

PROPORCIONAR INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA ÀS MULHERES GANESAS

Nós obtemos manteiga de karité de Comércio Justo com Comunidades, da Tungteiya Women’s Association, no Norte do Gana, desde 1994. 640 mulheres de 11 aldeias produzem à mão manteiga de karité, utilizando um processo de 18 passos com técnicas tradicionais, passadas de mães para filhas, ao longo de gerações.

Receber um preço justo é proporcionar um rendimento independente para as mulheres e também ajudar a empoderá-las, através do aumento da confiança e do respeito da sua comunidade. Também pagamos um prémio para ajudar a financiar projetos comunitários que têm um impacto positivo na vida de 49 000 pessoas em 11 aldeias na comunidade mais vasta. O investimento a longo prazo permitiu à comunidade construir 7 escolas, que educam aproximadamente 1200 estudantes por ano e fornecem acesso a água potável e instalações de cuidados de saúde.

a carregar
Papel de embrulho

PAPEL E CAIXAS DE EMBRULHO DO NEPAL

EDUCAÇÃO INOVADORA E INICIATIVAS DE SENSIBILIZAÇÃO

O nosso papel e embalagens de embrulho de Comércio com Comunidades, têm origem sustentável e são feitos à mão na Get Paper Industry, em Kathmandu, no Nepal. Estamos muito orgulhosos por trabalhar com a GPI desde 1989. Estes artesãos profissionais utilizam resíduos e materiais reciclados (como restos de algodão e caules de bananeira) para criar o papel.

A GPI emprega mais mulheres do que homens e paga-lhes um salário justo, igual, certificando-se de que recebem benefícios iguais. Iniciaram também projetos sociais para beneficiar toda a comunidade à volta de Bansbari. Ajudaram a enviar para a escola as crianças das famílias mais pobres e subiram os níveis de educação das raparigas através da campanha “Send Your Daughters to School” e de bolsas.

Nos últimos anos, a GPI introduziu iniciativas para consciencializar sobre o tráfico de seres humanos, ao promoverem os grupos de raparigas nas aldeias locais. Estão agora a usar a sua voz numa escala maior, organizando competições de ensaios escolares a nível nacional sobre o tema do tráfico de seres humanos.

a carregar
Duas mulheres a segurar um esto de garrafas de plástico

PLÁSTICO RECICLADO DA ÍNDIA

ENFRENTAR A CRISE DO PLÁSTICO DE MANEIRA DIFERENTE

Estima-se que 3 mil milhões de pessoas em todo o mundo vivem em países sem gestão de resíduos formal – é quase metade da população do planeta. Isto levou ao aparecimento de 1,5 milhões de “recolhedores de resíduos”, heróis desconhecidos que trabalham incansavelmente para limpar as ruas das suas cidades neste setor informal. Os recolhedores de lixo são principalmente “dalits” (formalmente conhecidos como “intocáveis”), o grupo social mais baixo no sistema de castas da Índia. Isto significa que eles estão vulneráveis à discriminação, exploração e más condições de trabalho.

Em 2019, lançámos a nossa parceria de Comércio Justo com Comunidades com a Plastics for Change para comprar plástico reciclado a recolhedores de lixo na Índia, para usar nas nossas embalagens de plástico. A nossa parceria proporciona um preço justo para o plástico numa indústria notavelmente exploradora, dando uma estabilidade vital a recolhedores de lixo marginalizados. A iniciativa ganhou o Plastics Innovation Award de 2019 da Ethical Corporation e foi reconhecida na indústria pela sua abordagem única à parte ambiental e à parte humana da crise do plástico.

Saber mais
a carregar
Mulher a partir galhos de uma árvore

O NOSSO COMPROMISSO COM OS FORNECEDORES

O nosso programa de Comércio Justo com Comunidades é verificado pela ECOCERT (uma agência de avaliação de comércio justo), que envolve auditorias regulares de fornecedores e das próprias operações da nossa empresa. O nosso compromisso com os fornecedores está descrito na nossa Carta de Fornecimento Sustentável, que indica como planeamos as cadeias de fornecimento e confirma os princípios fundamentais do nosso programa de Comércio Justo com Comunidades.

OS NOSSOS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS

UM PREÇO JUSTO

Será estabelecido através de consulta com os produtores e será revisto periodicamente. Cada cadeia de fornecimento é única. Nós seguimos um preço de referência externo justo ou, se não existir, desenvolvemos um modelo de custo justo específico para essa cadeia de fornecimento.

PROJETOS COMUNITÁRIOS

Onde for adequado, apoiaremos projetos comunitários através de prémios especiais ou, em algumas situações, investimento direto.

TERMOS COMERCIAIS FAVORÁVEIS

Grupos de produtores receberão termos comerciais favoráveis. Por exemplo, pagamento antecipado, se necessário.

APOIO DIRECIONADO AOS FORNECEDORES

Tencionamos fornecer apoio ou formação, se necessário. Pode ser apoio direto do pessoal da The Body Shop ou de partes interessadas externas, tais como ONG locais.

COMPROMISSO COMERCIAL

Onde for adequado, apoiaremos projetos comunitários através de prémios especiais ou, em algumas situações, investimento direto.

GESTÃO DE FALTA DE FORNECIMENTO DE INGREDIENTES

O desenvolvimento e a manutenção de cadeias de fornecimento em comunidades marginalizadas é uma atividade complexa, de longo prazo. De tempos a tempos, temos problemas inevitáveis com a cadeia e fornecimento com os fornecedores do nosso Comércio Justo com Comunidades, que causam escassez de matérias-primas. Isto significa que, para satisfazer a procura dos clientes por certos produtos, por vezes temos de misturar os nossos ingredientes de Comércio Justo com Comunidades com os de outras origens, para compensar a escassez. Uma vez que os nossos parceiros de Comércio Justo com Comunidades e as relações são muito importantes para nós, procuramos sempre proteger a procura contínua por ingredientes de fornecedores de Comércio Justo com Comunidades, enquanto resolvemos o problema. Ao fazê-lo, trabalhamos com os nossos procedimentos operacionais padrão internos (regidos pela Carta de Fornecimento Sustentável), para assegurar uma resolução rápida com o mínimo de impacto na comunidade.

ESTRATÉGIA DE SAÍDA SUAVE

No caso de precisarmos de parar de terminar uma relação de comércio com um fornecedor de Comércio Justo com Comunidades, avisaremos com pelo menos 12 meses de antecedência relativamente à última encomenda do produto. Discutiremos maneiras de suportar e minimizar o impacto negativo nas suas organizações e construiremos colaborativamente “estratégias de saída” para os ajudar a planear o futuro.

a carregar
Operários de fábrica

O QUE É O COMÉRCIO ÉTICO?

Em todo o mundo, existem pessoas que ainda não têm acesso a condições de trabalho seguras e protegidas. O comércio ético permite ter confiança de que os produtos e os serviços que compramos não foram conseguidos à custa dos direitos dos trabalhadores das nossas cadeias de fornecimento globais. Assegurar que os nossos produtos são feitos em condições de trabalho justas e dignas é muito importante para nós.

O NOSSO PROGRAMA DE COMÉRCIO ÉTICO

Acreditamos que os negócios são uma força para o bem e estamos sempre a esforçar-nos por empoderar as pessoas e o planeta. Isto forma a base do nosso programa de Comércio Ético. Acreditamos que todos os trabalhadores da nossa cadeia de fornecimento devem estar livres de exploração e discriminação e desfrutar de condições de liberdade, segurança e igualdade.

Só negociamos com fornecedores que cumpram as normas de Comércio Ético, para assegurar que os trabalhadores permanecem livres de exploração. Pedimos a todos os nossos fornecedores que assinem um Código de Conduta, para assegurar que se comprometem formalmente a respeitar áreas como:

  • Saúde e segurança
  • Condições de trabalho seguras e higiénicas
  • Nunca utilizar trabalho infantil
  • Salários dignos
  • Horários de trabalho que não sejam excessivos
  • Não haver discriminação
  • O emprego regular é fornecido
  • As pessoas são tratadas com respeito
a carregar
As mulheres unem-se

A NOSSA HISTÓRIA COM O COMÉRCIO ÉTICO

Desde que a The Body Shop foi fundada em 1976, unimos forças com empresas com visões semelhantes, organizações de voluntariado e sindicatos, para desenvolver um programa de Comércio Ético líder.

Em 1998, tornámo-nos membros fundadores da Iniciativa Comércio Ético (ETI) – uma organização em que trabalhamos individualmente e com outros membros para abordar questões complexas sobre os passos que as empresas devem dar para fazer um comércio ético e ter um impacto positivo na vida dos trabalhadores.

Para ter maior visibilidade em todas as nossas cadeias de fornecimento, também somos responsáveis por uma plataforma de fornecimento responsável chamada Sedex. Aqui, os fornecedores podem partilhar os seus resultados de auditorias e outras informações sobre as suas práticas relativas aos direitos humanos, não só connosco, mas também com os clientes.